Home Notícias Araraquara realiza audiência pública para discutir possível venda da Embraer

Araraquara realiza audiência pública para discutir possível venda da Embraer

SHARE

A população da região de Araraquara obteve uma importante vitória na luta em defesa da indústria nacional.  Uma Audiência Pública colocará em discussão as consequências da possível venda da Embraer para a Boeing. O evento será no dia 12 de julho, às 19h, na Câmara Municipal de Araraquara.

A realização da audiência foi um pedido do Sindicato dos Metalúrgicos de Araraquara à Câmara de Vereadores daquela cidade e demonstra a necessidade de união e engajamento de todos os setores da sociedade contra o processo de venda de uma empresa que é patrimônio do país.

Araraquara é cidade vizinha a Gavião Peixoto, pequeno município onde funciona a unidade de aeronaves militares da Embraer. Assim como em São José, os trabalhadores de lá temem perder seus empregos e os investimentos na unidade se a proposta de compra da empresa pela americana Boeing for concretizada.

Vereadores de São José rejeitaram pedido

Em nome dos trabalhadores, o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos solicitou à Câmara local a realização de uma audiência pública na cidade, mas o requerimento foi rejeitado pela maioria dos vereadores.

O Sindicato mantém, porém, sua postura de luta e participa de todos os eventos na tentativa de barrar o processo de venda da Embraer.

“Mesmo sendo a cidade onde está instalada a matriz da Embraer, São José dos Campos ainda não realizou uma audiência pública. Isto mostra que a Câmara local é conivente com esse crime que pode estar prestes a ser cometido contra a nação. A venda da Embraer trará um prejuízo enorme ao país, para a cidade e para a população”, disse o diretor do Sindicato, Herbert Claros da Silva.

Campanha

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos está lutando desde janeiro contra o governo Temer e a proposta de entrega da Embraer ao capital estrangeiro. A diretoria é radicalmente contra a venda, porque defende a manutenção dos empregos e da soberania nacional.

Já foram realizadas assembleias nas unidades da Embraer, um debate no espaço cultural Literácia, além de um seminário entre estudiosos e ativistas para a discussão sobre o tema. O sindicato também participou da audiência pública no Senado e criou este site exclusivo para a divulgação da campanha contrária à venda.