Home Destaque No Senado, Sindicato exige de Temer veto à venda da Embraer

No Senado, Sindicato exige de Temer veto à venda da Embraer

SHARE
Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) realiza audiência pública interativa para debater sobre: "O Pacote de Privatizações", com foco na Embraer. Mesa: diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Botucatu, Fabiano Roque; vice-presidente da CDH, senador Paulo Paim (PT-RS); vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Herbert Claros. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Os sindicatos dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Botucatu exigiram do presidente Michel Temer (MDB) o veto à venda da Embraer para a Boeing. A cobrança foi feita em audiência pública no Senado, nesta segunda-feira (2).

Dirigentes dos sindicatos cobraram explicações do governo Temer e da própria Embraer sobre as negociações que estão em andamento.

O vice-presidente do sindicato de São José dos Campos, Herbert Claros, chamou a atenção para a perda de postos de trabalho na região, visto que a Boeing pode levar a produção para os EUA.

A soberania nacional também foi ponto de discussão. A Embraer exerce papel fundamental na defesa do Brasil e sua entrega para a Boeing iria comprometer o domínio do país no setor aeronáutico.

Desrespeito total
Apesar de terem sido convidados, o governo Temer e a Embraer não enviaram representantes à audiência. Com isso, mostraram que não estão dispostos a dar qualquer explicação sobre as negociações.

“Este é um tema de grande aspecto social, mas que não tem a devida atenção do Executivo e Legislativo. É um crime o que está acontecendo. Quero fazer um desafio ao presidente da Embraer: que ele venha a público explicar e comprovar que a venda da Embraer não ameaça os empregos e a soberania nacional”, afirmou Herbert, durante a audiência, na Comissão de Direitos Humanos.

A mesa foi presidida pelo senador Paulo Paim (PT).