Home Notícias Vereadores barram audiência pública sobre a Embraer

Vereadores barram audiência pública sobre a Embraer

SHARE
Plenário da Câmara Municipal

Os vereadores de São José dos Campos rejeitaram, na sessão de terça-feira (20), o requerimento para realização de uma audiência pública sobre os impactos gerados pela possível venda da Embraer para a Boeing. Apesar da importância da audiência para a cidade, os vereadores preferiram se omitir e negar para a população o direito ao debate.

O requerimento foi apresentado ao plenário pelo vereador Wagner Balieiro (PT), a pedido do Sindicato. A votação ficou em 17 contra e 3 a favor. Além do autor do documento, votaram a favor as vereadoras Amélia Naomi e Juliana Fraga (ambas do PT).

A rejeição pelos parlamentares (veja abaixo a lista completa) só confirma que a Câmara Municipal está longe de ser uma legítima representante do povo. Ao contrário, defende, acima de tudo, os interesses de grandes grupos empresariais.

Diz um trecho do requerimento rejeitado: “Importante ressaltar que por se tratar de uma empresa de alta tecnologia do setor de aviação e defesa, a Embraer é estratégica para o país. Abrir mão de seu controle seria um grave ataque à soberania nacional, além de representar um grande risco para a nossa cidade”.

Campanha continua
Desde janeiro, o Sindicato está em ampla campanha contra a venda da Embraer. Já foram realizadas assembleias nas unidades da Embraer, um debate no espaço cultural Literacia e criado um site exclusivo para divulgação da campanha. Esta semana, dias 23 e 24, acontece um seminário com participação de estudiosos e ativistas para discussão sobre o tema.

“Ao se recusar a convocar uma assembleia pública, a Câmara Municipal dá as costas para os trabalhadores e para a democracia. Mas não vamos desistir. Nossa campanha tem caráter nacional e estamos trabalhando para colocar os planos da Boeing na pauta das discussões com governantes e, principalmente, com os trabalhadores. Por tudo isso, os vereadores que rejeitaram o requerimento merecem nosso repúdio”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Herbert Claros.

Conheça os vereadores que rejeitaram o requerimento:
Cyborg (PV)
Elton (PMDB)
Dulce Rita (PSDB)
Esdras Andrade (SD)
Fernando Petiti (PSDB)
Flávia Carvalho (PRB)
José Dimas (PSDB)
Lino Bispo (PR)
Maninho Cem Porcento (PTB)
Marcão da Academia (PTB)
Professor Calasans (PRP)
Renata Paiva (PSD)
Robertinho da Padaria (PSD)
Roberto do Eleven (PRB)
Sérgio Camargo (PSDB)
Valdir Alvarenga (SD)
Walter Hayashi (PSC)